FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

Confiemos Sempre


Espírito: A. F.

Médium: Maria Sílvia

Psicografado: Em 14/08/2013 - Associação Espírita Pão e Luz - Camaçari - Bahia.


Confiemos Sempre


É preciso à criatura humana emergir de si mesma em busca da serenidade pacificadora. Pensamentos voltados ao alto no objetivo de cometimentos nobres e atitudes salutares. Todo o processo de cura existe dentro da própria criatura, que perdida em vacilações tais, não desenvolve em si mecanismos de saúde espiritual que irá atuar nas próprias células biológicas que revestem o corpo perispiritual.


Há dentro do ser a chama divina que o eleva a níveis transcendentais, e lhes dá a condição de atuar sobre a couraça física, reformulando condicionamentos doentios e processos desestimulantes da esperança e do convívio salutar com o universo biológico ao qual está agregado célula a célula. O processo reencarnatório requer esforço continuo e perseverança para atingir os objetivos colimados pela criatura humana. Crer no que se pode conceber com as próprias forças é imprescindível, sem contudo deixar-se segregar pela incúria e pelo auto convencimento, tão pernicioso a todo o ser.


Precatar-se do sentimento egóico de ser o dono das verdades e volver à todos o direito de poder agir conforme as próprias convicções. É preciso respeitarmos a lei que rege o embório universal dos sentimentos humanos. Lembremos que o Cristo de Deus apenas dizia: vai e não peques mais. Mas, as criaturas ainda se encontram distantes das verdades divinas que regem o cosmo de cada ser. No entanto é preciso buscar continuamente emergir-se de si mesmo, das limitações psicológicas que acabam por desencadear processos biológicos que nos atingem o tônus vital. A ansiedade pede controle e vigilância para que o campo biológico ao qual estamos unidos não lhes sofra a contingência perniciosa. Na busca das soluções é preciso calma e confiança, verdadeiras forças propulsoras do estímulo e do otimismo que deve vigí dentro da criatura de Deus.


Veiculando ações de otimismo e perseverança estaremos abrindo portas às manifestações de Deus através de sinais perceptíveis a cada um. Lembremo-nos que aquilo que nos parece o fim poderá significar o início de um novo caminho, mais calmo e promissor. É necessário confiar nas próprias atitudes e desejos interiores se são voltados ao bem e ao crescimento. Chegamos aqui no processo de extrema humildade, com o corpo nú, no entanto repleto de planos e de energias amorosas do criador da vida. Confiemos sempre, pois tutelados por aquele que é o Caminho a Verdade e a Vida, aqui estamos em estágio transitório, trazendo dentro de nós o gérmen da vida e do amor.


A. F.
14/08/2013

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Mergulho nas profundezas de si mesmo - Psicografada em 25/10/18

O encontro consigo mesmo é uma das maiores e mais fascinantes aventuras! Co...
Leia Mais

Gentileza sem cor - 26/11/18

Marisa Montes em sua música, Gentileza, inicia dizendo que “Apagaram tudo//...
Leia Mais

Outrora, ser Papa era uma satisfação, hoje, pode ser uma aflição!

No passado, ser papa era bem mais fácil do que hoje. Isso porque as pessoas...
Leia Mais

Massa de manobra - 04/06/18

Nesta manhã de segunda-feira (4), lendo aqui no BNews a manifestação de Líd...
Leia Mais