FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

O Papa condena a moral obsessiva, e o pior é a atitude discriminativa


Francisco deu uma chamada nos católicos fundamentalistas. Em uma entrevista à revista católica dos jesuítas “La Civiltà Cattolica”, ele condena o radicalismo de elementos do clero com relação ao aborto, à contracepção e ao casamento gay. Ele os chamou de obcecados por uma moral que os leva a falarem nela o tempo todo. Realmente, diz a filosofia que tudo demais é ruim.

Há um tipo de católico, bispo, padre, freira e leigo que, à moda da maioria dos evangélicos que condena todas as pessoas, mesmo as católicas que não são católicas do jeito delas. E as maiores vítimas são as de outras religiões. E coitados dos espíritas! Porque no passado a Igreja fez uma verdadeira lavagem cerebral nos católicos contra o espiritismo, os espíritas são as maiores vítimas desses católicos fundamentalistas. E, embora a Igreja tenha parado de atacar o espiritismo, exceto algumas correntes isoladas em sites, esses falsos cristãos fundamentalistas continuam difamando os cristãos espíritas, e até fogem deles. E eu denomino muito os espíritas de cristãos, propositadamente, porque agora os teólogos não espíritas inovaram a tática de atacar a doutrina codificada por Kardec. Desesperados, eles estão berrando para todos os lados que o espírita não é cristão. Esquecem-se esses teólogos de que Jesus ensinou: “Conhecem-se meus discípulos por se amarem uns aos outros”. Cristão não é, pois, aquele que crê ou deixa de crer em determinadas doutrinas, mas que vivencia o amor ensinado pelo evangelho.

Francisco, na verdade, pediu ao clero mais moderação nas suas críticas e condenações contra o casamento de gays, os usuários da pílula anticoncepcional e os que praticam o aborto. Até para os praticantes do aborto, pois, o papa quer uma Igreja mais caridosa.

Mas a obsessão do clero e dos leigos católicos de falarem o tempo todo sobre certos princípios da Igreja torna-se ainda mais grave e até mesmo imoral e anticristã, quando ela os leva à discriminação das pessoas. É o que acontece, principalmente com relação à atitude discriminativa com que elementos do clero e de algumas correntes de leigos que veem e tratam as pessoas que não pensam e não agem como eles. Realmente, esse fundamentalismo religioso é uma praga, pois mais serve à separação das pessoas, quando o verdadeiro cristianismo deveria uni-las em torno de Deus.

Francisco deixou claro que não devemos condenar as pessoas, que são sempre amadas por Deus do jeito que elas são. E acrescentou que ele próprio é um pecador, e não no sentido metafórico, mas de pecador mesmo, verdade essa que atinge todos nós. É que esse nosso mundo é ainda de provas e expiações, como nos ensinam a Doutrina dos Espíritos e a Salve Rainha. Quem, pois, teria o direito de atirar a primeira pedra?

Bem disse o excelso Mestre (João 18: 36) que, agora, o seu reino não é deste mundo!


Na TV Mundo Maior, canal aberto e a cabo em algumas regiões, por parabólica digital e www.tvmundomaior.com.br, o “Presença Espírita na Bíblia”, com Celina Sobral e este colunista, às 20h das quintas-feiras, e às 23h dos domingos. Perguntas e sugestões: presenca@tvmundomaior.com.br. E, na Rede TV, o “Transição”, aos domingos, às 16h15.

“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, de Kardec, pela Ed. Chico Xavier. www.editorachicoxavier.com.br (31) 3636-7147 e 0800-283-7147, com tradução deste colunista.

Parabéns ao Grupo Espírita Irmão Zartur, em Ubaporanga (MG), pelo seu 40º aniversário, evento em que farei palestra em 23.10.2013.

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Gentileza sem cor - 26/11/18

Marisa Montes em sua música, Gentileza, inicia dizendo que “Apagaram tudo//...
Leia Mais

Mergulho nas profundezas de si mesmo - Psicografada em 25/10/18

O encontro consigo mesmo é uma das maiores e mais fascinantes aventuras! Co...
Leia Mais

Não entendi, juro - 21/05/18

Vi uma publicação no Diário do Estado da Bahia, de 20 de abril do ano em cu...
Leia Mais

Os caminhoneiros e nós - 28/05/18

Estamos vendo, ainda que como menos força, a paralização dos caminhoneiros ...
Leia Mais