FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

Mais que desrespeito - 18/06/18


O vídeo que circula pelas redes sociais e aqui foi repostado da Metrópole, onde um grupo de brasileiros faz uma russa cantar, como se fosse uma espécie de grito de guerra da bola, uma música ofensiva a todas a mulheres, repugnou a maioria. A moça canta com tanta simpatia sem saber o conteúdo, que torna a situação, que por si só é revoltante, mas abjeta ainda.


Um instituto nacional de cosméticos publicou faz dois anos uma pesquisa intitulada “O Papel do Homem na Desconstrução do Machismo”, que retratou que muitos não têm a menor noção do que seja machismo, ou mesmo violência contra a mulher. Muitos têm como violência só a agressão física, por incrível que pareça.

As constatações são tristes e evidenciam a ignorância: só 24% dos brasileiros se consideram machistas e os 76% que dizem não ser, registra a pesquisa, desconhecem a própria afirmação, ou seja, não guardam a menor ideia do que é ser machista.

Pude verificar com cinco amigos, em uma conversa informal, o que eles acharam desse vídeo? Incríveis três, proporcionalmente 75%, disseram que foi uma brincadeira que não gerou problema para pessoa alguma. Exatamente isso: a visão de machismo e da violência contra a mulher são restritos a determinadas situações.

O fato é que o machismo em quaisquer das suas manifestações alimenta a desigualdade, e perpetua a violência contra a mulher, e não cabe apenas às mulheres o trabalho de afirmação positiva do seu valor e respeito, mas também a todos, diria a minha mãe: “pois ninguém nasceu de uma chocadeira”, então até por respeito às nossas mães, se não por convencimento pessoal, façamos este trabalho. Caso, no entanto, haja dificuldade em entender o que seria agressão ou não, é simples: coloque a sua mãe, filha e ou mulher no lugar da outra e veja o que sente.


José Medrado

Líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal.

José Medrado - Editorial

Cristina Barude - Psicografia

Eventos

Auxílio Espírita

Colunistas

Artigos relacionados

Outrora, ser Papa era uma satisfação, hoje, pode ser uma aflição!

No passado, ser papa era bem mais fácil do que hoje. Isso porque as pessoas...
Leia Mais

Mergulho nas profundezas de si mesmo - Psicografada em 25/10/18

O encontro consigo mesmo é uma das maiores e mais fascinantes aventuras! Co...
Leia Mais

Gentileza sem cor - 26/11/18

Marisa Montes em sua música, Gentileza, inicia dizendo que “Apagaram tudo//...
Leia Mais

O futuro todos serão bem-aventurados ou bem felizes

Numa coluna anterior, abordei Deus. E disse que os teólogos usam muito a fr...
Leia Mais